Not support Recaptcha
Pular navegação

Preparação

Quanto ganha o médico no Brasil?

13 de abril de 2022

Tags

  • Medicina
  • preparação
  • Profissões
  • salário

Quanto ganha o médico no Brasil?

São muitos os motivos que fazem do curso de Medicina uma das graduações com os vestibulares mais concorridos no País. A possibilidade de trabalhar na área da saúde em uma posição de prestígio social e ser reconhecido por isso anima os estudantes que aspiram a essa carreira.  

Além disso, ser médico no Brasil traz boas expectativas quanto à empregabilidade e aos ganhos financeiros, ou seja, é uma das profissões que oferecem boas perspectivas de estabilidade financeira para o futuro.

Desse modo, a expectativa salarial também está entre as razões pelas quais o curso costuma ser tão desejado pelos vestibulandos. Mas você sabe quanto os médicos ganham no Brasil? Com intuito de apresentar um panorama salarial dessa classe, o Poliedro Curso preparou este artigo. Nele, você entenderá quais fatores definem os ganhos financeiros desses profissionais.

Continue conosco até o final e boa leitura! 😊

Qual a média salarial do médico no Brasil?

No Brasil, os salários da classe médica são regulamentados pela Federação Nacional dos Médicos. A entidade sugere valores de ganhos mensais e também o preço mínimo de consultas que irão pautar as negociações entre o profissional e a empresa contratante, por exemplo.

Nesse sentido, a Federação estipulou em 2020 que o salário mensal de um médico deve ser, de acordo com o piso mínimo, R$ 15.274,34, em um regime de 20 horas de trabalho semanais, enquanto o valor sugerido por consulta é de R$ 187, 49.

Esses valores sofrem alterações de acordo com alguns fatores, como especialidade do profissional, contrato de trabalho em instituições públicas e/ou privadas e horas extras dedicadas aos plantões.

Diante desses valores e da possibilidade de crescimento, a carreira médica ocupa lugar no ranking das profissões que recebem os salários mais altos no país!

Quanto recebe e com o que se trabalha em cada especialidade?

De acordo com o Guia de profissões Catho (2022), o salário médio de cada especialidade é definido a partir dos valores especificados abaixo. No entanto, cabe salientar que esses ganhos são geralmente relativos a apenas um cargo e podem ser maiores, dependendo do tipo de contrato celebrado entre as partes.

Além disso, a maioria dos profissionais exerce mais de um cargo em sua especialidade. Outro fator que eleva os ganhos mensais desses profissionais são os plantões, que somam valores que ultrapassam a marca de R$ 1.000,00 por dia.

Confira abaixo o salário, de acordo com a especialidade médica:

  • Cirurgião plástico: R$ 22.083,08

Campo de atuação: realiza procedimentos de intervenção estética.

  • Médico intensivista: R$ 10.324,00

Campo de atuação: acompanha e cuida de pacientes internados nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs).

  •  Oftalmologista: R$ 9.458,98

Campo de atuação: trata doenças relacionadas aos olhos.

  • Radiologista: R$ 9.043,00

Campo de atuação: produz diagnósticos por imagens e propõe intervenções terapêuticas intensivas.

  •  Médico geriatra: R$ 8.543, 44

Campo de atuação: trata e previne enfermidades relacionadas à velhice.

  •   Psiquiatra: R$ 7.442,00

Campo de atuação: responsável por diagnosticar e tratar problemas relacionados a transtornos mentais. 

  • Pediatra: R$ 7.338,34

Campo de atuação: especializado no cuidado da saúde de crianças. 

  •   Médico-cirurgião: R$ 7.114,87

Campo de atuação: responsável por fazer cirurgias e acompanhar pacientes no pré e no pós-operatório. 

  •  Médico do trabalho: R$ 7.242,24

Campo de atuação: atesta as condições físicas e mentais do paciente para o exercício de determinado cargo de trabalho. 

  • Ortopedista e traumatologista: R$ 7.216,57

Campo de atuação: diagnostica e trata problemas relacionados à saúde dos ossos, como fraturas. 

  • Médico ultrassonografista: R$ 6.937,54

Campo de atuação: diagnostica enfermidades detectadas por exame de imagem. 

  •    Clínico geral: R$ 6.617,38

Campo de atuação: profissional responsável por pedidos de exame, atendimentos primários, realização de diagnósticos e encaminhamentos quando necessários.

  • Ginecologista e obstetra: R$ 6.204,74

Campo de atuação: cuida de doenças relacionadas ao sistema reprodutor feminino e realiza partos. 

  • Otorrinolaringologia: R$ 5.703

Campo de atuação: diagnostica e trata enfermidades relacionadas ao sistema auditivo e faríngeo (nariz, seios da face, garganta e ouvidos). 

  • Dermatologista: R$ 5.485,40

Campo de atuação: diagnostica e trata doenças relacionadas à pele e a outras extensões cutâneas (unhas, cabelos etc.). 

  • Cardiologista: R$ 5.419,12

Campo de atuação: diagnostica e trata enfermidades que acometem o coração. 

  • Médico urologista: R$ 5.331,92

Campo de atuação: diagnostica e trata problemas relacionados ao sistema urinário e às doenças oriundas da próstata masculina. 

  • Endocrinologista: R$ 3.375,03

Campo de atuação: realiza diagnósticos e tratamentos de doenças relacionadas aos hormônios e ao metabolismo. 

Sistema Único de Saúde (SUS) e rede privada

A diferença salarial entre aqueles que optam por trabalhar em instituições públicas, pelo SUS, e os que atendem por convênios da rede privada de saúde é relevante.

O SUS estabelece um rendimento mensal fixo que tem como base R$ 12,00 por atendimento. Na rede privada, o mínimo é de R$ 60,00 por atendimento.

Embora as diferenças sejam consideráveis, a oferta de emprego via SUS em municípios e estados é bastante alta. Ademais, esse é um ótimo lugar para que o profissional ganhe experiência e tenha estabilidade, já que a maioria dos contratos são celebrados por meio de concursos públicos.

 Diferenças salariais por região de atuação

Cada estado possui dinâmica salarial própria em todas as áreas de atuação. Dessa forma, dependendo do lugar escolhido pelo profissional, a média salarial pode ser mais alta ou mais baixa.

De acordo com levantamento feito com base nos dados oficiais do mercado de trabalho no Brasil no início de 2022 e divulgados pelo site salario.com.br, a média salarial de um médico ginecologista em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, é de R$ 6.275,94 em um regime de 27 horas semanais. A mesma função, em Brasília-DF, é remunerada em R$ 9.010,39, num regime de 22 horas de trabalho.

em Manaus, capital do Amazonas, Norte do país, a média salarial de um clínico geral é de R$ 1.906,21 para uma jornada de trabalho de 30 horas. A mesma função na capital de São Paulo possui média de R$ 9.476,00 para uma jornada de trabalho de 22 horas.

(Observação: as funções e as cidades aqui demonstradas foram escolhidas apenas como amostras de comparativo. Outras especialidades e lugares podem ser consultados no site citado).

Ser médico no Brasil é o sonho de muitos e uma excelente opção de carreira! Se este é a sua meta, conte com o Poliedro para conquistá-lo. Conheça os nossos cursos preparatórios, pensados especialmente para os estudantes que pretendem concorrer aos vestibulares de medicina mais conceituados do país.

Leia também: Vestibular de medicina: as 10 melhores universidades do Brasil

Gostou do texto? Não deixe de acompanhar o nosso blog e fique por dentro de todas as novidades do Poliedro!

Siga o Poliedro Curso
nas redes sociais.

O que podemos fazer
pelo seu futuro?

Notícias relacionadas

Assine nossa newsletter