Not support Recaptcha
Pular navegação

Conquistas

Estudante do Poliedro Curso alcança a nota mil na redação do Enem

01 de junho de 2021

Compartilhe

Tags

  • Aprovações
  • Enem
  • Medicina
  • Redação Nota Mil
  • SiSU

Ingrid Bascef conquistou a nota máxima na redação do Enem 2020; apenas 28 candidatos no País conseguiram esse resultado

redação nota mil Enem

Ingrid Ascef, de 24 anos, aluna do Poliedro Curso de Campinas, obteve a nota máxima na redação da última edição do Enem. Ela alcançou os 1000 pontos em seus textos sobre o estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira, tema da proposta da versão impressa. Entre as mais de 2,7 milhões de redações corrigidas, somente 28 candidatos obtiveram a nota máxima no País e mais de 87 mil receberam nota zero.

Ingrid conta que se dedicou muito em busca do objetivo de ingressar no curso de Medicina, sempre um dos mais concorridos, e agora comemora a aprovação na Universidade Federal do Rio Grande (FURG). “Ao todo, fiz seis anos de cursinho, mas apenas um de Poliedro. Senti que este ano conquistei um resultado expressivo com a alta qualidade das aulas e o suporte que obtive nos plantões”.

A rotina de preparação da estudante foi intensa e com muita dedicação à redação, que representa grande parte da nota de diversos processos seletivos e dos principais vestibulares. “Ao longo do ano fiz todas as propostas de redação do cursinho, inclusive propostas extras. Fazia questão de corrigi-las nos plantões semanalmente para entender pontos fortes e questões a melhorar. Isso faz toda a diferença para extrair o máximo de potencial”, diz.

Ao longo de sua trajetória, Ingrid percebeu que, para obter uma alta pontuação no Enem, é necessário ter alguns pontos de atenção. “É preciso utilizar um bom repertório cultural e desenvolver completamente os argumentos levantados. Por isso, para se preparar para o Exame, é necessário ler muito, sobre diversos assuntos, escrever muitas redações, ter um professor que te oriente a escrever uma dissertação sem lacunas e fazer uma proposta de intervenção completa relacionada com os argumentos que escolheu”, conta.

Foi isso o que contribuiu para que obtivesse a nota máxima. “Utilizei amplo repertório cultural com autores e médicos brasileiros, como Machado de Assis e Nise da Silveira, que já escreveram e possuem relação com o assunto de doenças mentais. Ao mesmo tempo, tomei cuidado para não deixar nenhuma lacuna no texto, respondendo na dissertação todas as questões que havia levantado. Inclusive, essa foi a minha maior preocupação: revisar para ter certeza de que não havia pontos em aberto”, explica.

A coordenadora de Redação do Poliedro Curso de Campinas, Gabrielle Gulgueira Cavalin, destaca a alegria da equipe ao ver os ótimos resultados alcançados pelos alunos. “Ficamos muito felizes por ver tamanha conquista em um ano repleto de desafios. Isso é reflexo de muito empenho ao longo ano, tanto por parte dos estudantes, quanto do Poliedro, que se esforçou ao máximo para adaptar as aulas para o universo digital. Também tivemos vários alunos que somaram 980 pontos na redação do Enem. São resultados satisfatórios, que demonstram que todo o suporte e as ferramentas que concedemos estão sendo muito bem aproveitados”.

Siga o Poliedro Curso
nas redes sociais.

O que podemos fazer
pelo seu futuro?

Notícias relacionadas