Not support Recaptcha
Pular navegação

Conquistas

Alunos do Poliedro Curso conquistam o primeiro lugar no vestibular de Medicina da USP Pinheiros

17 de maio de 2021

Compartilhe

Tags

  • aprovações, vestibulares, USP, preparação, Poliedro Curso
  • Medicina
Os estudantes Caio Nascimento e Wallyd Noman Atallah, no topo da lista de aprovados de um dos vestibulares mais concorridos do País

Caio Borges Nascimento, aluno do Poliedro Curso, líder em aprovações nos principais vestibulares do País, foi aprovado em primeiro lugar para o curso de Medicina da USP Pinheiros na modalidade de Ampla Concorrência (AC). O estudante de 19 anos obteve a média de 922.22 pontos e ainda atingiu a nota máxima na Redação, um resultado extraordinário que o colocou no topo da lista de um dos vestibulares mais disputados do Brasil, com média de 155 candidatos por vaga.

A jornada de preparação de Caio começou ainda no Ensino Médio, época em que estava indeciso acerca do curso que gostaria de prestar. “Sempre gostei muito das disciplinas de Ciências da Natureza. No segundo ano, fiquei em dúvida entre Engenharia Química e Medicina, mas me preparei bastante para ambas. No terceiro, tive a certeza do curso que queria por questão de afinidade com os objetivos da carreira”, diz.

Começou a estudar no Poliedro Curso no começo de 2020, na turma Extensivo. Ao longo de sua trajetória de estudos, em meio à pandemia, fazia o possível para seguir todas as orientações de manter sua rotina próxima à que tinha no presencial. “Acordava por volta das 7h. Assistia às aulas, almoçava e depois reservava algum tempo para atividades físicas, até por volta de 15h, pois é importante conciliar exercícios físicos com os estudos. Geralmente, estudava até a hora de dormir, com pequenas pausas para descansar, mas não deixava matérias pendentes. Fazia um grande esforço para não perder aulas e nem simulados, que foram fundamentais para treinar estratégias de prova e me preparar para enfrentar os vestibulares”, conta Caio.

A princípio, o estudante teve receio de como seria a sua adaptação no ensino à distância. “Tive certa dificuldade por conta da organização que o momento exigia. Fiquei com receio, como grande parte dos estudantes, mas o Poliedro foi exemplar neste sentido. A adaptação das aulas para o digital foi rápida e a Orientação Educacional estava sempre à disposição para passar as recomendações necessárias”.

“O apoio do curso foi fundamental para a minha conquista. Minha ficha ainda não caiu! Quando vi o primeiro lugar na lista, achei que fosse alguma pane no sistema. Atualizei a página diversas vezes até acreditar que era real. Foi muito gratificante, já que a USP Pinheiros sempre foi meu foco”, conclui o aluno.

Wallyd Noman Atallah, também aluno do Poliedro Curso, conquistou o primeiro lugar no vestibular de Medicina da USP Pinheiros na modalidade de Vagas Reservadas – Ação Afirmativa Escola Pública (EP), forma de ingresso direcionada aos candidatos que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas brasileiras. Wallyd obteve 863.33 pontos no exame.

O estudante conta que o sonho de cursar Medicina surgiu enquanto ainda era criança, mas enfrentou alguns desafios. “Medicina era a única profissão que gostaria de exercer, mas sempre ouvi que eu não poderia ser médico porque meus pais não teriam condições financeiras para custear o curso. Mesmo sabendo que era possível conseguir bolsas ou entrar em universidades públicas, pensei que só pessoas com um nível de inteligência além do normal poderiam conseguir isso, então acabei desistindo. Só que na terceira série Ensino Médio, ao ter contato com amigos que estudavam para passar em Medicina, percebi que aquelas pessoas de ‘inteligência fora do comum’ eram, na verdade, a exceção, e que os aprovados eram pessoas comuns que se esforçaram bastante. Daí, eu me motivei novamente e prometi que não desistiria até conseguir”, relata.

Em sua trajetória de preparação, Wallyd dedicou um ano ao cursinho. Começou a estudar no Poliedro em 2020, após conquistar uma bolsa integral, e com o início da pandemia frequentou as aulas presenciais por pouco tempo. “Mas estudar à distância foi muito bom para mim. No início, achei que não iria funcionar, mas, ao longo do ano, percebi que estava sendo ótimo. O Poliedro manteve a qualidade das aulas e o suporte prestado, não deixando nada a desejar. Sem contar que eu morava muito longe do cursinho e antes precisava acordar às 4h30 para me deslocar. Então, estudar em casa tornou possível que eu não tivesse matéria atrasada, deixou o meu sono muito mais em dia e me deixou mais disposto.”

O estudante afirma que a rotina organizada e os cuidados com o emocional fizeram toda a diferença. “Eu segui as orientações do curso e não abri mão de práticas que me ajudavam a cuidar do emocional, como yoga e meditação. Na hora dos estudos, assistia às aulas nos horários definidos, anotava tudo, descansava nos intervalos e deixava os horários vagos para fazer os exercícios recomendados pelos professores. Fazia o possível para terminar a semana com todas as disciplinas em dia. Também fazia todas as redações e os simulados propostos e os corrigia para identificar meus erros. Anotava cada um em um post-it, assim, não esquecia mais.”

Wallyd conta que, ao longo de sua experiência de preparação, percebeu como um bom suporte de uma instituição de ensino faz toda a diferença. “Me sinto realizado e agradecido ao Poliedro por ter me ajudado nessa conquista. Seria muito complicado para a minha família me manter em uma universidade fora de São Paulo, então, as minhas únicas opções eram a USP ou a Unifesp, sendo que a primeira era o meu sonho. Era tudo ou nada, eu precisava conseguir. Eu só queria uma vaga, independentemente da posição, mas passar em primeiro me deixa ainda mais feliz, pois é a materialização do que tanto desejei e me esforcei para conseguir”, conclui.

Confira 5 dicas dos estudantes para jovens que estão na fase pré-vestibular:

  1. Seja organizado e tenha foco na universidade em que deseja ingressar;
  2. Fique longe de exageros: confie e se esforce para seguir as orientações da sua instituição de ensino;
  3. Cuide de seu emocional;
  4. Não tenha medo de mudar seu método de estudos, se necessário;
  5. Apoie-se na Orientação Educacional, seja para criar um plano de estudos, seja para tirar dúvidas ou apenas para conversar sobre suas dificuldades.

Siga o Poliedro Curso
nas redes sociais.

O que podemos fazer
pelo seu futuro?

Notícias relacionadas