Matrículas para a Turma Semiextensivo estão abertas



Planejar os estudos é o grande segredo para quem quer aumentar as chances de alcançar a tão sonhada aprovação no vestibular, e a boa notícia para aqueles que estão pensando em iniciar a preparação neste segundo semestre é que as matrículas para a Turma Semiextensivo do Poliedro já estão abertas.

“Para uma boa preparação, o aluno precisa de suporte e acompanhamento. O Semiextensivo do Poliedro oferece uma equipe focada e organizada na preparação para o vestibular. A turma tem uma carga horária elevada, que engloba todas as disciplinas exigidas nos grandes vestibulares. Além disso, tem um conjunto de simulados (testes e dissertativos) que prepara e avalia em conteúdo, estratégia e controle do tempo. É uma turma focada em aprovação”, explica o coordenador do curso, Márcio Guedes.

Os estudantes que compõem as turmas do Semiextensivo geralmente estavam cursando universidades e desistiram, foram fazer intercâmbio fora do país ou mesmo não tiveram a oportunidade de fazer um bom preparo para o vestibular no primeiro semestre. “Os alunos dessa turma são muito focados, pois sabem que precisam se preparar em um período curto de tempo. Temos sempre uma turma muito determinada e entrosada, pois todos se envolvem com o mesmo compromisso: passar em uma grande faculdade”, afirma Guedes.

Ao longo do semestre letivo, os candidatos são preparados para as principais provas com uma estrutura que concentra uma equipe de professores com profundo conhecimento dos vestibulares atuais, simulados com questões inéditas que seguem os moldes dos principais vestibulares  e do Enem, material didático completo e atualizado, coordenadores, orientadores pedagógicos e equipe especializada para fornecer todo apoio necessário ao aluno em todos os momentos, além da tecnologia que auxilia nesses estudos.

As aulas começam no dia 31 de julho. O curso tem duração de um semestre letivo e está disponível nas unidades de São José dos Campos, São Paulo e Campinas. Para mais informações, acesse o site da Turma.

Inscreva-se para o Concurso de Bolsas – As inscrições para o Concurso de Bolsas da Turma Semiextensivo 2017 também já estão abertas. Para se inscrever, clique aqui.

Participe! O caminho para a aprovação pode começar justamente aqui.

Aprovações – O resultado da metodologia aplicada na Turma do Semiextensivo é comprovado pelo número de aprovações nos diversos vestibulares do país. Em 2016, por exemplo, 27 alunos foram aprovados na Universidade de São Paulo.

Além da USP, foram 18 aprovados na PUC Campinas, 16 na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), 15 na Mackenzie, 10 na PUC São Paulo, seis na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e seis na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Ao todo, foram contabilizadas 156 aprovações em 47 instituições diferentes, sendo 60% delas em faculdades públicas.

Leia a opinião de quem foi aluno da Turma Semi do Poliedro

“O Semiextensivo do Poliedro me instruiu muito bem para o vestibular. Como temos menos tempo de preparo e é muita matéria, a orientação dos professores sobre como estudar e em quê focar foi muito importante para mim. Todos eles trabalhavam muito para nos lembrar sempre de manter a calma e não pirar, pois vestibular já é uma pressão enorme, e com o tempo para a preparação reduzido, é pior ainda.

O material do Poliedro e a plataforma on-line foram essenciais também. Facilitaram muito o aprendizado em casa. Com muito estudo, orientação e o apoio dos professores, consegui minhas aprovações nos vestibulares e hoje curso Engenharia de Materiais na USP.”

Maiara Cursino Pereira, aprovada na USP e na Unesp .

“Escolhi cursar a Turma Semi no Poliedro porque já era ex-aluno do colégio e sabia que o material didático do Poliedro era o único com o qual eu teria mais facilidade para guiar meus estudos. Desde o início, tive em mente que a Turma Semi ia ser mais puxada por ter as matérias de um ano todo na metade do tempo, sem contar as horas de estudo em casa. Eu tinha ciência de que seriam seis longos meses de muita dedicação e foco para conseguir a aprovação no final do ano.

Eu passava todas as manhãs e tardes no curso e aproveitava os plantões de dúvidas quando não estava em aula, o que foi fundamental. A dinamicidade da sala de aula me fez criar um hábito que eu não tinha no colégio: ir atrás dos conceitos que eu não tinha entendido para não deixar acumular matéria. Apesar de todo o esforço, ao ver meus colegas de sala que também conseguiram a aprovação, tivemos a certeza de que tudo valeu a pena.”

Gustavo Afonso Campanili, aprovado em Direito na USP, na Mackenzie e na PUC-SP.

Veja ainda outras aprovações: http://www.poliedroaprovacoes.com.br/