Notícias

Ex-alunos do Poliedro são selecionados por instituição americana



Paula e Nazir foram selecionados para estágio de formação de oficiais do exército dos Estados Unidos

Nos últimos 22 anos, o Poliedro colaborou com a realização do sonho de 916 alunos aprovados no Instituto Militar de Engenharia (IME). Este é um resultado expressivo da metodologia desenvolvida em sala de aula e que conta com a expertise de professores que entendem os melhores caminhos para a aprovação.

1 - West Point

 

Entre tantas histórias de superação e de conquistas, duas servem de exemplo. Paula Sayuri Yado, de Jundiaí, e Nazir Laureano Gandur, de Caçapava, estudaram no Poliedro em 2014, foram aprovados no IME e, neste ano, comemoraram uma grande conquista. Eles foram selecionados pelo programa de estágio da academia que forma oficiais do exército dos Estados Unidos, a Academia Federal de Educação Militar, em West Point, Nova Iorque. Paula e Nazir curam Engenharia Mecânica no IME e retornam para o Instituto em dezembro deste ano.

Foto da Academia em West Point

Foto da Academia em West Point

4 - West PointPara conquistar uma vaga na USMA, sigla em inglês da Academia, os alunos foram submetidos a um processo seletivo bem rigoroso. Entusiasmada, Paula comenta os pré-requisitos para representar o Brasil na instituição. “Para estudar em West Point tive que aumentar o nível dos estudos. Assim, ter um coeficiente de rendimento (CR) acima de 7,5 e um bom comportamento militar e acadêmico são essenciais, mas o prioritário é a habilitação em inglês. Depois dessa etapa concluída, fui aprovada em um pequeno grupo de oito alunos que foram selecionados para vir para West Point”.

A estudante aponta como base de estudos e o sucesso em sua trajetória profissional, a metodologia do Poliedro. “Ter aulas no Curso contribuiu para o meu autoconhecimento. Aprendi qual era a melhor maneira para estudar e absorver o conteúdo. Além disso, os professores me ensinaram a ser humilde, pedir ajuda quando necessário e, principalmente, nunca desistir das minhas metas”.5 - West Point

Agora, o aluno e cadete da USMA, Nazir Laureano, comenta a rotina após a aprovação no intercâmbio nos Estados Unidos. “Tenho o prazer de estudar na Academia, mas o fato de ter conseguido a vaga, não implica que os estudos foram amenizados, ao contrário, continuam intensos e com uma árdua rotina em sala de aula. Mas, os cadetes têm liberdade para usufruir de horários livres para realizar exercícios físicos ou fazer imersões culturais pelos Estados Unidos, como visitas a museus e pontos turísticos”.

Ele também destaca o papel do Poliedro. “Sempre tive o sonho de me formar em Engenharia Mecânica em uma das melhores do País e, sem dúvidas, o método de ensino do Poliedro me ajudou de forma significativa porque ampliou os meus conhecimentos e a capacidade de raciocínio. Sem isso, tenho certeza que seria muito mais difícil colocar os pés onde estou hoje”.

Segundo Nazir, um ponto que ele leva para onde vai é a lembrança dos ensinamentos dos professores do Curso. “Eles ensinam estratégias para realizar uma prova de maneira mais confiante. Utilizo tudo até hoje na USMA. Então, diante dos resultados que já conquistei, posso validar o excepcional trabalho que o Poliedro oferece aos seus alunos”, finaliza.




24/09/2018